Newsletter – Período chuvoso requer cuidado

0

A relação entre chuva e motocicleta pode ser harmoniosa, mas depende muito da cautela do condutor.
Dias de chuva são mais complicados para quem está dirigindo. Além da diminuição da visibilidade dos condutores, poças de água e pista lisa são elementos que aumentam a probabilidade de acidentes, caso o motorista não tenha os devidos cuidados.
No caso dos motociclistas, a cautela deve ser redobrada, uma vez que estão mais expostos ao meio externo. Além dos problemas já citados, o frio e os respingos de água que entram em contato com o corpo também atingem os condutores de duas rodas, portanto, algumas dicas podem ser seguidas a fim de minimizar o potencial da chuva de provocar acidentes.
Antes de sair de casa sobre duas rodas, seja na chuva ou no sol, é fundamental que os pneus da moto estejam em boas condições. A calibragem também deve ser feita de acordo com o que é recomendado pelo fabricante, a fim de potencializar a resistência dos pneus. Com a manutenção dos pneus em dia, evitar possíveis derrapagens e não ter problemas mais graves em caso de quedas em buracos torna-se mais fácil.
É importante que todo motociclista leve consigo uma roupa específica a fim de estar preparado para dias chuvosos. Dessa forma, quando a chuva começar, o motociclista não será tão distraído pela água que cairá sobre sua pele. Jaquetas e luvas impermeáveis, galochas e capas de chuva são alguns dos itens que podem auxiliar o motociclista a se proteger.
Diferente dos condutores de automóveis, os motociclistas não possuem para-brisa e, assim, suas viseiras ficam comprometidas em dias chuvosos. Para reverter essa situação, alguns especialistas recomendam o uso de polidores que repelem a água, dessa forma, o líquido irá escorrer com maior facilidade sem atrapalhar a visão do motociclista. Em relação à velocidade, assim que começar a chover, é bom maneirar. O ideal é ficar a uma distância considerável dos veículos que estão à frente, pois, se uma freada brusca for necessária, o risco de derrapagem e colisões é alto.
Os cuidados com os buracos comuns nas pistas também devem ser reforçados. Com a chuva, eles ficam parecendo pequenas piscinas, que disfarçam a sua profundidade e podem danificar consideravelmente o veículo que cair em seu interior. Para evitar quedas e colisões, é recomendado que os motociclistas pilotem atrás das rodas de outros veículos, pois, assim, eles poderão desviar de possíveis buracos no momento certo.
Se a chuva estiver muito intensa, talvez seja melhor não arriscar a pilotar a motocicleta. Esperar a chuva passar em um local seguro é uma boa ideia diante dessa situação.
Fonte: Cajueiro Motos

Compartilhe.

Comments are closed.