Onze erros comuns das viagens de carro no fim de ano

0

De itens simples a julgamentos perigosos. Veja o que não fazer para ter um período de festas mais tranquilo

Fim de ano chegando e o seu carro está lá na garagem só esperando a próxima viagem com a família. Mas será que ele está pronto? E você, está preparado? O iCarros separou alguns dos erros mais comuns cometidos pelo motoristas nesse período de festas. Confira todos e não seja essa pessoa que vai atrapalhar o feriadão dos outros.

Carro errado

O seu carro pode ser um velho guerreiro, mas é o certo para pegar a estrada? Carros 1.0 mais antigos costumam ser fracos nas viagens, enquanto modelos que gastam demais podem acabar sendo um golpe ao bolso parado no trânsito bebendo combustível à toa. Se a sua família cresceu também é uma boa hora de verificar se o tamanho do carro é o ideal. Em qualquer um desses casos, clique no link abaixo e veja as ofertas do iCarros, vai que você encontra sua próxima paixão sobre rodas:

Sair sem revisar o carro

Seu carro passou 2017 inteiro acumulando grilos, assovios, estalos e barulhos e você não foi ver o que estava acontecendo? Faça isso antes de viajar. Carregado, em velocidades elevadas ou parado em trânsito lento por muito tempo a chance de um desses barulhos virarem um defeito grave cresce, assim como a possibilidade de você se ver parado no meio da estrada.

Levar peso demais

Os tempos em que uma Kombi levava nove pessoas, farofa, bola de praia, cachorro e papagaio se foram. Os carros possuem um limite de carga útil, que pode ser visto no manual. Ele indica quanta carga seu veículo pode levar, incluindo o peso dos passageiros. Ultrapassar esse valor vai fazer com que seu carro se comporte de uma maneira mais perigosa nas mudanças de direção e forçar componentes como suspensão e freios.

Esquecer de olhar o estepe

Pode fazer anos que você não troca um pneu na rua, mas se lembra do alívio que foi ter um estepe ou algum outro método para selar um furo nesse momento. Se você não calibrar o pneu do estepe ou rodar com um estepe em más condições, ele não valerá de nada em uma situação de apuro e sua opção será aguardar um guincho. Calibre o estepe antes de sair.

Levar o dinheiro contado para o pedágio

Pedágio é caro? Na maioria das vezes sim, mas isso não é desculpa para levar o dinheiro contado para o pagamento. Vai que você se perde no caminho e tem que pagar um pedágio extra. Vai contar com a sorte para encontrar um caixa eletrônico e sacar mais dinheiro?

Para quem tem aquelas tags para pagamento automático de pedágio a dica também vale, mas de uma maneira um pouco diferente: se o seu sistema é pós-pago, verifique se os dados de pagamento estão corretos e se placa vinculada à tag está certa. Para os pré-pagos vale o mesmo e mais, não se esqueça de deixar um bom saldo para cobrir os pedágios com folga.

Itens obrigatórios têm esse nome por um motivo

Talvez você nem lembre onde eles estão no seu carro, mas macaco, triângulo, chave de roda e outros equipamentos obrigatórios precisam estar em ordem e presentes no veículo. Apesar de o extintor de incêndio não ser mais obrigatório, vale lembrar: se o seu carro ainda tem um extintor presente, ele precisa estar na validade, se não você pode levar uma multa do mesmo jeito.

Não pedir para todos usarem cinto

Falando em infrações, aqui vai uma que envolve a segurança dos ocupantes. Usar o cinto no banco traseiro também é obrigatório. Além de poder render uma multa, coloca em risco a vida de quem está indo de carona com você.

Esquecer de ligar o farol na estrada durante o dia

Usar o farol baixo nas estradas, mesmo durante o dia, é lei desde 2006, mas muita gente ainda se esquece disso e acaba levando uma multa à toa. É uma infração média, que adiciona quatro pontos em sua CNH por um simples esquecimento.

Há a opção também de usar a chamada “Luz Diurna de LED”, ou DRL, que substitui o uso do farol baixo durante o dia nas estradas. Primeiro certifique-se de que seu carro realmente tem esse equipamento. Alguns modelos possuem apenas a luz de posição (lanterna) de LED. Nesse caso, o uso do farol baixo ainda é obrigatório. E mesmo no caso dos carros com DRL de fato, o difícil mesmo é contar que a fiscalização vai saber reconhecer uma luz diurna. Na dúvida, farol baixo sempre acesso na estrada.

Não estar com os documentos em dia

Essa é uma das principais obrigações do proprietário de um veículo. Se você ainda não está com os documentos do carro em dia ou com alguma irregularidade na habilitação, corra e acerte essas pendências antes de viajar.

Não planejar o roteiro previamente

Você já sabe para onde vai viajar e como chegar lá? Tem certeza? Vai contar com 3G para o aplicativo de mapas funcionar? E se alguém no carro precisar fazer uma parada não programada, você vai saber se há alguma opção? Seja precavido e tenha a rota e algumas alternativas em mente.

Não sair no melhor horário

Uma dica para sua tranquilidade: estude quais são os piores horários para ir e voltar de seu destino e os evite. Confira o tempo de trajeto antes de sair e adie a partida se o trânsito estiver muito carregado. Nas estradas, as próprias administradoras costumam divulgar os melhores horários de viagem. Geralmente, entre 18h e 22h são os piores momentos para sair.

Fonte: icarros

 

Compartilhe.

Comments are closed.